Mulher precisava de autorização para trabalhar

Era assim, em pleno século XX, pela regra do Código Civil de 1916. A mulher era considerada uma simples auxiliar do marido e nem mesmo podia trabalhar fora sem autorização dele.

A primeira mudança veio em 1962, com o Estatuto da Mulher Casada, que afastou aquele absurda restrição de direito.

Depois veio a Constituição Federal de 1988, determinando a igualdade de direitos entre o homem e a mulher. E o Código Civil atual, de 2002, consagra o mesmo princípio.

Para relembrar a antiga discriminação, curioso ler uma escritura de autorização de trabalho feita em um cartório de São Paulo, nos idos de 1949. Ler e rir, mas também meditar no quanto ainda falta para que a igualdade das pessoas seja uma realidade em todos os planos. Confira clicando no link.

Euclides

Certidao16TN (1)

 

Palavras-chave: ,

 

Compartilhe este texto



 
 
 
 

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *