DIVÓRCIO

  • DIVÓRCIO IMPOSITIVO É PROIBIDO NO PAÍS

    DIVÓRCIO IMPOSITIVO É PROIBIDO NO PAÍS

    Por decisão do Conselho Nacional de Justiça, foi proibido em todo o país o procedimento do chamado divórcio impositivo…

    leia mais →
     
  • SEPARAÇÃO JUDICIAL EM FOCO NO SUPREMO

    SEPARAÇÃO JUDICIAL EM FOCO NO SUPREMO

    Acha-se em pauta de julgamento no  Supremo Tribunal de Federal o recurso extraordinário n. 1167478,  discutindo sobre a subsistência, ou não, da Separação Judicial, ao lado do divórcio, em vista […]

    leia mais →
     
  • ATOS DE ALIENAÇÃO PARENTAL

    ATOS DE ALIENAÇÃO PARENTAL

    A lei estabelece punições severas ao pai ou mãe alienadores. Atos dessa natureza constituem desvio do exercício do poder familiar e uma verdadeira tortura contra o filho menor. Leia mais […]

    leia mais →
     
  • ALIMENTOS – PRISÃO NÃO DECRETADA

    ALIMENTOS – PRISÃO NÃO DECRETADA

    O STJ NEGOU A PRISÃO EM CASO DE DEVEDOR DE ALIMENTOS POR ENTENDER QUE A MEDIDA SERIA INEFICAZ. VEJA OS DETALHES DO CASO NA EMENTA DO HC 4125.215-SP, ACÓRDÃO A […]

    leia mais →
     
  • PORQUE OS HOMENS MATAM AS MULHERES?

    PORQUE OS HOMENS MATAM AS MULHERES?

    O feminicídio é uma variante do homicídio: crime de morte praticado contra a mulher (femina). É punido de forma agravada, em vista da situação de enfraquecimento em que se acha […]

    leia mais →
     
  • DIVÓRCIO: PRESTAÇÃO DE CONTAS PELO EX-CÔNJUGE NA ADMINISTRAÇÃO DOS BENS

    DIVÓRCIO: PRESTAÇÃO DE CONTAS PELO EX-CÔNJUGE NA ADMINISTRAÇÃO DOS BENS

    Veja em: http://www.familiaesucessoes.com.br/wp-content/uploads/2018/07/SEPARAÇAO-BENS-EM-MANCOMUNHÃO-PRESTAÇÃO-DE-CONTAS-STJ.pdf

    leia mais →
     
  • PROCESSO DE FAMILIA NO JUIZADO ESPECIAL?

    PROCESSO DE FAMILIA NO JUIZADO ESPECIAL?

    Trata-se de inovação legislativa para ampliar a competência dos juizados especiais cíveis, incluindo questões de família. Nem precisava. Já existe a facilitação para as ações de divórcio, assim como para inventário e partilha, pela via extrajudicial, ou seja, por escritura pública em cartório, desde que os interessados sejam maiores e capazes e estejam de acordo. Nas demais situações, em que o litígio persista ou havendo interesses de incapazes (filhos menores), torna-se inviável o rito sumaríssimo dos juizados especiais que até pelo nome de “juizados cíveis” distanciam-se do modelo de processo de família. Lei mais clicando no título.

    leia mais →
     
  • DOAÇÃO DE BENS EM PROCESSO DE DIVÓRCIO

    DOAÇÃO DE BENS EM PROCESSO DE DIVÓRCIO

    É controvertida a validade de promessa de doação de bem a filho, em processo de divórcio. Quanto há recusa do doador em passar a escritura, como resolver o impasse? Em […]

    leia mais →
     
  • DIVÓRCIO – O QUE PODE SER BOM PARA OS PAIS, NEM SEMPRE É BOM PARA OS FILHOS

    DIVÓRCIO – O QUE PODE SER BOM PARA OS PAIS, NEM SEMPRE É BOM PARA OS FILHOS

    Cada vez mais se tornam manchetes de jornais separações de casais famosos tidos como parâmetros de uma bela vida a dois, fato este que também tem se tornado mais comum no nosso cotidiano. Afinal, quase todos os dias se tem notícia de um vizinho, amigo ou alguém da família que se separou. Como fica a situação familiar se o casal tem filhos, especialmente quando sejam menores? Veja os comentários da nossa jovem colaboradora, Dra. Marcela Costa.

    leia mais →
     
  • Pacto antenupcial não tem prazo de validade

    Pacto antenupcial não tem prazo de validade

    Em recente julgamento do Tribunal de Justiça de São Paulo (ap. n. 02579-82, da comarca de São José dos Campos), discutiu-se a eficácia do pacto antenupcial que estabeleceu o regime da separação absoluta de bens.

    leia mais →